vazio voraz

26.8.06

VAZIO PREENCHE GALERIA NO CENTRO HISTÓRICO DE SALVADOR

Com o trabalho voltado para a pesquisa em linguagens de arte contemporânea, o Coletivo Vazio Voraz realiza sua primeira exposição no dia 6 de setembro na Galeria Solar do Ferrão no Pelourinho, às 18h. A mostra coletiva reúne trabalhos sobre o vazio de oito artistas baianos e está aberta à visitação até o dia 23 de setembro.

O grupo começou a se reunir há dois anos sob a orientação de Caetano Dias com o objetivo de desenvolver poéticas individuais como parte da oficina Processos Contemporâneos do MAM-BA. “Ao longo deste processo, as trocas se deram de forma apaixonada, as pesquisas artísticas que serão exibidas carregam de forma intensa a experiência de cada integrante do grupo” relata Caetano Dias.

O vazio é tratado sob diferentes perspectivas pelos artistas em instalações, fotografias e outras linguagens. Cláudia Pôssa apresenta fotografias delicadas e femininas. Fabrício Branco mostra uma instalação com cascas de ovos. Gina Leite traz em suas fotografias vestígios de solidão. Jovan Mattos mostra desenhos que rompem os limites do papel. Luciano Freaza apresenta uma instalação sobre o consumo. Marta Luna revela sua ação que busca a identidade a partir de um meta ser. Nanna Pôssa expõe fotos de mergulhos entre o céu e o abismo. Silverino Ojú traz um trabalho auto-referente. O coletivo tem continuidade na revista eletrônica [ i ] ATO cujo único exemplar impresso se encontra na galeria.

Todos os trabalhos foram discutidos coletivamente, “as oficinas do MAM foram um espaço natural para iniciar e amadurecer as idéias no plano individual e coletivo. Eu me sinto gratificado com a realização deste trabalho de acompanhamento, pesquisa, orientação, coordenação e curadoria, discutindo os caminhos através de diálogos intensos em nossos encontros semanais” comenta Caetano Dias sobre o percurso do grupo.

A proposta da exposição foi selecionada no início do ano, por críticos de arte e membros da Fundação do Patrimônio Artístico e Cultural (IPAC) através de edital, para ocupar as duas salas expositivas da Galeria Solar do Ferrão. O Solar do Ferrão se situa nas proximidades do Largo do Pelourinho. A construção de 5.000 m2 guarda características da segunda metade do século XVII. Em 1756, os Jesuítas instalaram um Seminário no prédio, que no mesmo século tornou-se propriedade da família Ferrão. Daí em diante funcionou como residência de famílias nobres, teatro e sede do Centro Operário. Em 1977, foi adquirido pelo IPAC.

A Galeria, fundada há 25 anos, dispõe de 223m2 de espaço expositivo. Em 2005 foi reformada e desde então expõe principalmente projetos de arte contemporânea. A exposição Vazio Voraz conta com o apoio da Engenho Arte Molduras, Restaurante Confraria das Ostras, Via Press Comunicação, Cachaça Busca Vida, Uranus2, Objetiva Revelação Digital, quimera, Secretaria de Cultura e Turismo do Estado da Bahia através do IPAC e o Museu de Arte Moderna da Bahia.


VAZIO VORAZ


[Artistas] Cláudia Pôssa, Fabrício Branco, Jovan Mattos, Gina Leite, Luciano Freaza, Marta Luna, Nanna Pôssa e Silverino Ojú
[Orientação] Caetano Dias

[Local] Galeria Solar do Ferrão
Rua Gregório de Mattos, 45, Pelourinho, (71) 3321 6155 Ramal 255
[Abertura] 6 de setembro de 2006 das 18h às 21h
[Visitação] 7 a 23 de setembro de 2006, seg-sex 10h-18h e sáb 13h-17h
[Preço] Grátis
[+++] vaziovoraz@gmail.com

0 Comentários:

Postar um comentário

Links para esse post:

Criar um link

<< Home