vazio voraz

26.8.06

Silverino Ojú

Mapaemento ósseo é a apropriação de um exame médico específico para detectar tumores, feito a partir de imagens cintilográficas de corpo total do próprio artista, para controle diagnóstico, trata-se de uma obra auto-referente, na qual o artista busca transcender o próprio corpo, lançando mão de imagens auto-biográficas obtidas através de sofisticados aparelhos hospitalares, que quase se confundem com o branco do papel, da moldura e da própria parede da galeria, num jogo de luz e sombra, fundo e figura, realidade e representação, insinuando uma silhueta de seu corpo solta no espaço, numa alusão ao corpo e aos espaços que ocupa, e também ao invisível e oculto que habita dentro de cada um.

Silverino Ojú nasceu em Salvador-Bahia. Graduado em Artes Plásticas pela Universidade Federal da Bahia (2001). Cursou História da Arte (Almandrade) e Processos contemporâneos (Caetano Dias) no MAM-Ba (2004-6). Exposições coletivas mais recentes: Salão Regional da Bahia (2006), Arte e erotismo na Galeria Cañizares (2005). Na VI Bienal do Recôncavo (2002) é selecionado usando pseudônimo (Gladys Jr). Como figurinista e estilista, assinou os figurinos feitos de atadura hospitalar para a peça Guilda (2006) Cabaré dos novos do Teatro Vila Velha, participou da mostra Artes Design Berlim-Bahia MAM-Ba (2002), teve projeto de coleção selecionado para o Barra Fashion Bahia(2001), expôs como convidado do Iguatemi Style Festival (2000), e foi um dos dez finalistas do Concurso Nacional Levi´s Anhembi Morumbi-SP (2000).

[ silverinoju@hotmail.com ]

2 Comentários:

At 5/9/06 09:52, Anonymous Anônimo said...

g

 
At 5/9/06 10:11, Anonymous Anônimo said...

Bom, a expectativa que a expressão "vazio voraz" criou em mim reserva a surpresa.
Surpreender ovo ou a sua casca? Provocar a espontaneidade? Ganhar os interstícios do ceu e da terra? Ter o riso de Ovídio? Arrebatar as frechas da moênia mumdi? Enfim, um prazer. Delícia de blog.

Bjs

Neidja Bombola

 

Postar um comentário

Links para esse post:

Criar um link

<< Home