vazio voraz

26.8.06

Cláudia Pôssa

Suas fotografias retratam, em closes, buracos de muralhas. Gretas delicadas, femininas. Apesar de coloridas as fotografias remetem ao preto e branco. Sem profundidade espacial, demandam a terceira dimensão da imaginação e não da perspectiva. O espaço se desenha no que não se explicita. O alvo do olhar é o negro das imagens, as brechas que se abrem no plano fotografado. As fendas, nesta fronteira entre um dentro/fora e consciente/inconsciente, provocam a angústia frente à possibilidade de adentrar esse espaço de incertezas.

Cláudia Pôssa nasceu em Barbacena, Minas Gerais, e reside em Salvador há 15 anos. Graduada em física, com especialização em astrofísica, é professora da UFBA e atualmente finaliza doutorado vinculado ao programa “Fotografia y Vídeo”, da Facultat de Belles Arts, Universitat de Barcelona. Desde 2004 participa das oficinas do MAM: Gravura em Metal (Antonello L'Abbate) e Processos Contemporâneos (Caetano Dias). Nos últimos anos participou das exposições: SSA 456-Salvador no Olhar do Artista Contemporâneo (Galeria da Cidade / Salvador / 2005); VII Bienal do Recôncavo (Centro Cultural Dannemann/ São Félix / 2004-2005). Programa de Cooperação Interuniversitária América Latina Espanha 2002, como professora visitante, no programa “Interación entre Arte y Fotografía”, na Universitat Politècnica de Valencia, Valência/ Espanha em 2002.

[ claudiapossa@hotmail.com ]

2 Comentários:

At 13/9/06 14:41, Anonymous Nelson Magalhães filho said...

Ôi Cláudia, fotos maravilhosas. Beijos,
Nelson.

 
At 24/9/06 17:20, Blogger Andreia Barroca said...

Lindo! Parabéns!!
Adorei!! diferente, misterioso, profundo, contrastante, belo e com certeza convidativo!!!!!!
Beijos.
Andreia

 

Postar um comentário

Links para esse post:

Criar um link

<< Home